Combate ao mosquito Aedes Aegypit não para

>>>Combate ao mosquito Aedes Aegypit não para

Combate ao mosquito Aedes Aegypit não para

O verão chegou ao final, mas os cuidados quanto ao combate à proliferação do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya devem seguir intensos. O alerta com o inseto que preocupou o Brasil nos últimos meses com inúmeros casos de transmissão dessas doenças segue ativado. Após viver a pior epidemia de dengue da sua história em 2015, o País já registra nos primeiros meses de 2016 números ainda piores do que os do ano passado. De janeiro até a primeira semana de março, foram notificados ao Ministério da Saúde 495.266 casos prováveis da doença, alta de 46% em relação ao mesmo período de 2015, quando 337.738 suspeitas foram reportadas.

Preocupada com a atual situação do Brasil, a Qualidados enquanto organização se sente no dever de fazer sua parte no combate ao mosquito. Para isso a empresa segue as orientações vindas da Vigilância Sanitária como o corte mensal de grama do jardim e limpeza da área 3 por vezes por semana. A equipe de colaboradores da Qualidados também está ciente da responsabilidade de cada um para evitar que o Aedes Aegypit se prolifere.

“Na minha casa temos poucos possíveis focos, por morar em apartamento, mas tampei com plástico todos os ralos pouco usados, pois não tem movimentação de água. Até o ralinho do tanque fica fechado. No condomínio, apesar de limpinho, foi feita a conscientização e todos recolhem qualquer tipo de lixo encontrado nas áreas comuns, até os menores como tampinha de garrafa por exemplo, para evitar acúmulo de água. Passamos a utilizar repelente, eu e meu filho.” Ludmilla Manelli – Preposta do Contrato UO-ES

“Lá em casa tem algumas plantas de minha mãe e já verifiquei que estão acumulando água e com isso foi colocado areia pra evitar que os mosquitos transmissores de doenças como a Zika, se proliferem. Tem um tanque na área externa que mantemos bem fechado. ” Felipe Roger – Estagiário da TI

“Como fico mais tempo longe de casa, a medida que realizo contra mosquitos transmissores de doenças como Zika, Dengue, é durante à noite e madrugada evito deixar a água do meu cachorrinho, repondo pela manhã. ” Dinamares Araújo – Auxiliar Administrativo

2016-11-23T13:13:25+00:0001/04/16|

About the Author: