NFT, mais uma inovação no mercado de blockchain.

>, Qualinews>NFT, mais uma inovação no mercado de blockchain.

NFT, mais uma inovação no mercado de blockchain.

Nas últimas duas décadas, o mundo digital foi impactado com inúmeras inovações que alteraram a forma como diversos mercados e indústrias atuam. Uma dessas inovações, o blockchain, já existia conceitualmente e em estudos acadêmicos desde os anos 1990, mas só se popularizou com sua aplicação no desenvolvimento da mais famosa e valiosa criptomoeda que existe até então, o Bitcoin.

O blockchain é também a base para os NFTs (non-fungible tokens ou tokens não fungíveis, em tradução livre), que estão movimentando o mercado artístico mundial agora em 2021. Com o NFT, um artista pode vincular um código único e não replicável à sua obra de arte digital, tornando-a única, mesmo que ela seja uma arte digital e facilmente copiável. O código vinculado à versão original identifica aquela como uma peça exclusiva e que, por isso mesmo, pode fazer com que uma obra de arte digital alcance valores expressivos no mercado de leilões.

Com o NFT, o autor sempre estará vinculado à sua obra e poderá receber valores até mesmo de transações de futuras revendas. É aqui que está uma das grandes vantagens da tecnologia: ela pode auxiliar no combate à pirataria digital.

A grande negociação até o momento feita com a tecnologia foi a da obra Everydays – The First 5000 Days, do artista digital Beeple. Essa peça, registrada com NFT, alcançou mais de US$ 69 milhões. Considerando o dólar a R$ 5,50, seu valor seria de mais de R$ 379 milhões.

Mas toda nova tecnologia traz vantagens e levanta questões. Neste caso, é o impacto ambiental que está levando ambientalistas a questionarem o seu uso. O artista, arquiteto e ambientalista austríaco Chris Precht iria vender 300 de suas obras utilizando o recurso, mas desistiu. Segundo ele, a negociação de suas peças consumiria a mesma energia de uma pessoa residindo na Europa por duas décadas! Se quiser saber mais sobre a preocupação de Chris, confira a matéria que a revista Time produziu sobre os impactos ambientais da tecnologia (link na bio, em inglês).

Hoje em dia, é impossível pensar em produzir inovação sem se preocupar com seus impactos ambientais. A Qualidados está atenta às novidades no mercado de blockchain e acompanha de perto seu desenvolvimento, sempre de olho em oportunidades para proporcionar melhores soluções aos clientes e para seus próprios processos, mas com atenção redobrada para que a tecnologia tenha também a sustentabilidade como meta.

E você, já ouviu falar sobre NFT? A tecnologia, como a das criptomoedas, veio mesmo para ficar?

2021-04-16T18:17:52+00:0016/04/21|

About the Author: