Seus projetos mais ágeis

>>>Seus projetos mais ágeis

Seus projetos mais ágeis

Um bate-papo com o Scrum Master Getúlio Botelho sobre o framework Scrum e como ele pode gerar mais valor para o desenvolvimento do seu projeto.

Já pensou em ter acesso a ferramentas e conceitos que podem acelerar o desenvolvimento do seu projeto? Em maio deste ano, 30 profissionais da Qualidados – incluindo lideranças de várias áreas, gerentes de contratos e equipes do Escritório de Projetos e dos setores de Tecnologia da Informação e Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) – participaram de um curso de 12 horas em Gestão Ágil de Projetos. O objetivo foi levar a um número maior de colaboradores o conhecimento sobre uma série de ferramentas, processos e práticas que surgiram para o desenvolvimento de softwares, mas vêm sendo implementadas com sucesso no mundo todo em projetos de várias áreas.

Com o curso – que associou a teoria a exemplos práticos extraídos do dia a dia da Qualidados – a ideia da empresa foi inspirar os colaboradores a colocar a Gestão Ágil a serviço de seus projetos e processos internos. Para dar uma forcinha extra neste movimento, trouxemos aqui uma entrevista com o nosso gerente de contratos Getúlio Botelho, que é Scrum Master. Ou seja, um profissional certificado para liderar projetos com o Scrum, um dos mais utilizados frameworks de gestão ágil. A seguir, Getúlio nos ensina o que é o Scrum e como ele pode ajudar a turbinar o seu projeto. Confira:

Qual a sua experiência com o Scrum?

Meu primeiro contato foi por meio da indicação de um amigo que já trabalhava em ambiente ágil. Fiz cursos específicos para certificações de Product Owner e Scrum Master e recentemente obtive o certificado de Scrum Master. Na Qualidados, estou atuando hoje como Scrum Master de projetos internos de RH e da Qualidade. Ambos estão evoluindo bem.

O que é Scrum?  Uma metodologia ou uma técnica?

O Scrum não é um processo, técnica ou metodologia, mas um framework estrutural fundamentado na filosofia ágil. Ele surgiu na década de 1990 para viabilizar projetos de desenvolvimento de softwares. Trata-se, no entanto, de um framework que pode ser usado em qualquer tipo de projeto complexo. O Scrum é baseado no desenvolvimento iterativo e incremental, por meio de sprints, que são ciclos, períodos de tempo nos quais um determinado trabalho deve ser executado, concluído e preparado pela equipe para uma posterior revisão. O Scrum se baseia no empirismo e no pensamento enxuto, com forte ênfase no time e menos em processo e ferramentas. Atualmente, é o framework mais utilizado no mundo: cerca de 80% das empresas ágeis utilizam o Scrum.

Qual o grande diferencial do Scrum? Quais as suas vantagens? 

Em outras metodologias de gerenciamento de projeto,  as entregas são feitas ao final de um longo e incerto planejamento. No Scrum, as entregas são realizadas ao final de iterações periódicas, o que confere mais valor para o cliente e para o negócio. No Scrum, você não encontra instruções detalhadas, só as regras necessárias para implementar a teoria por meio da inteligência coletiva orientada pelos relacionamentos e interações. Isto exige que o trabalho seja realizado realmente em time, ou seja, com os profissionais colaborando entre si independente de cargo ou nível. O time é o único responsável pelo desenvolvimento do projeto de forma contínua e sustentável.

Qual o maior desafio deste framework?

Apesar das práticas do Scrum serem comprovadamente eficazes, proporcionando melhorias continuas para o produto, o time e o ambiente de trabalho, elas podem ser difíceis de ser implementadas, pois demandam uma mudança comportamental e cultural nas organizações. O Scrum adota uma abordagem empírica, baseada em experiência, observações do problema e, sobretudo, na confiança no time, o que pode ser interpretado equivocadamente como falta de controle e de planejamento.

Que dicas você daria a alguém que vai adotar o Scrum pela primeira vez?

A primeira coisa é estudar o framework, entender como os artefatos e eventos Scrum funcionam. Além do Guia Scrum, é possível estudar por meio de vídeos no YouTube e outras fontes. Depois, é começar a adotar aos poucos os eventos, artefatos e ferramentas propostos em seu dia a dia, e ir evoluindo até o completo uso do Scrum em seus projetos.

2021-08-23T21:55:34+00:0023/08/21|

About the Author: