A inovação nos tempos do coronavírus

>>>A inovação nos tempos do coronavírus

A inovação nos tempos do coronavírus

Tendências, soluções e iniciativas das startups e empresas de tecnologia.

Talvez nunca aquela máxima de que a crise é uma combinação de risco com oportunidade tenha sido tão apropriada para as empresas que trabalham com tecnologia e inovação quanto nos dias de hoje. Como aconteceu com quase tudo ao nosso redor, o ecossistema de inovação foi tomado de assalto pela pandemia do coronavírus. Grandes eventos de área foram cancelados e, bem mais grave que isso, a perspectiva de uma mega recessão na economia global acena para um futuro de investimentos incertos para o setor.

Ao mesmo tempo, os desafios gigantescos que se apresentam para organizações e pessoas no mundo todo demandam, mais do que nunca, aquilo que é a principal expertise das startups e empresas de tecnologia: soluções rápidas e criativas.  Tudo isso num cenário que parece sob medida para a transformação digital, onde conectar pessoas a distância não é mais questão de estilo de vida, mas de sobrevivência. Pensando em tudo isso, reunimos aqui cinco iniciativas, soluções e tendências inovadoras que estão bombando no Brasil nestes tempos de COVID-19. Confira:

Fapesp contra o COVID

Em meio a tantas incertezas, uma notícia boa para quem está trabalhando em soluções que colaboram no combate ao vírus. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) liberou R$ 30 milhões para financiar startups e pesquisadores que desenvolvam projetos sobre o coronavírus. O empreendedor que tiver seu projeto aprovado deve receber R$ 1,5 milhão para desenvolver produtos ou serviços.

Compartilhando soluções

A Associação Brasileira de Startups (Abstartups) e a Comunidade Governança & Nova Economia (Gonew.co) lançaram a campanha #StartupsVsCovid19 em busca de iniciativas para mitigar o impacto da pandemia. A ideia é incentivar empresas, empresários e inovadores a compartilhar experiências e soluções por meio da hashtag #StartupsVsCovid19.

A vez da telemedicina

As soluções para telemedicina nunca estiveram tão em alta. Uma startup de Pelotas, a Fácil Consulta, criou um serviço gratuito para quem tem dúvidas ou possui os sintomas da COVID-19. Através do site, é possível encontrar um médico ou psicólogo voluntário. Na mesma linha, o site Doctoralia anunciou uma plataforma para realizar o pré-atendimento virtual gratuito, usando ferramentas de webconferência. Já para uma autoavaliação rápida há os aplicativos de triagem online que têm viralizado nas redes sociais, como o caren.app, o CoronaBR e o Coronavírus Sus, do Ministério da Saúde.

O mundo das health techs

O universo a ser explorado pelas health techs – empresas que atuam com tecnologia aplicada à saúde – vai muito além do campo da telemedicina. A startup Hi Technologies desenvolveu um teste que detecta o coronavírus em 10 minutos. Um pequeno kit laboratorial – desenvolvido com tecnologias como Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (I.A) – realiza a leitura do material coletado, envia os dados via internet para a central, e retransmite o resultado.

Negócios cada vez mais digitais

Com tanta gente trabalhando em casa, a demanda por softwares de videoconferência deu um salto. Só para ter uma ideia, as ações da Zoom Video Communications – criadora da plataforma Zoom – tiveram uma valorização de 100%.  Mas este é apenas um exemplo de como soluções virtuais ganham espaço para manter os negócios rodando. Especializada em soluções para gerenciar, distribuir e monetizar vídeos e conteúdos digitais, a Netshow.me, por exemplo, vem apostando em soluções para ajudar a empresas a criar alternativas on-line para seus negócios e eventos.

2020-04-20T14:51:56+00:0020/04/20|

About the Author: