A hora e a vez das paradas

>>>A hora e a vez das paradas

A hora e a vez das paradas

Conheça os desafios que a pandemia trouxe para estes grandes eventos de manutenção da indústria e as estratégias que a Qualidados usa para superá-los.

Quem conhece a realidade de uma planta industrial sabe a importância de realizar paradas programadas de manutenção no menor prazo possível, já que elas mobilizam um grande número de trabalhadores e são fundamentais para garantir a segurança e a confiabilidade dos equipamentos. Afinal, a interrupção da produção é essencial para viabilizar a manutenção e tem impacto direto na produtividade das empresas.

Diante desse cenário, já dá para imaginar o tamanho do impacto gerado pela pandemia da covid-19. Com a disseminação do coronavírus, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) criou novos protocolos de saúde, com exigências de distanciamento social a serem seguidos pelas indústrias. Ao longo de 2020, muitas paradas foram adiadas e as empresas foram obrigadas a repensar seus planejamentos de manutenção.

Acúmulo – O resultado agora é um grande acúmulo de paradas a serem realizadas. Para 2021, a expectativa do mercado era de que os setores de química e petroquímica, papel e celulose, mineração e siderurgia, fertilizantes e óleo e gás direcionassem cerca de 2 bilhões de reais para contratação de serviços de manutenção, com a mobilização de mais de 150 mil colaboradores diretos. Com a continuidade da pandemia, a expectativa é que esta tendência se mantenha em 2022.

Para os prestadores de serviço, o acúmulo de paradas pode trazer uma série de desafios que vão desde impasses para mobilização de mão de obra até o aumento dos custos e a carência no mercado de materiais e equipamentos cruciais para a execução dos serviços, como guindastes e andaimes. Responsável pela área de Desenvolvimento de Negócios da Qualidados, Vinícius Castrioto conta que a empresa vem adotando uma série de estratégias para fazer frente a estes desafios.

Soluções – Uma das principais alternativas é a oferta de soluções inteligentes que viabilizem a realização de atividades de forma remota – uma área na qual a empresa vem investindo por meio de parcerias com startups de tecnologia (ver mais aqui). No campo da prospecção de negócios, Vinícius conta que trabalha em parceria com a consultoria de inteligência de mercado BrainMarket para acompanhar, por meio de dashboards, as atualizações dos calendários de paradas de manutenção. No início do ano, a empresa fechou um contrato com a Yara Fertilizantes, e já há perspectivas de atender a duas paradas de manutenção no Polo de Camaçari e entorno.

Antecipação – “O crucial no desenvolvimento dos negócios é o timing no approach comercial, pois precisamos de uma janela de tempo de em média seis meses antes de a parada ocorrer para ofertar o nosso know-how por completo”, explica Vinícius. A antecipação, aliás, é uma das principais estratégias adotadas pela Qualidados para driblar os problemas decorrentes do acúmulo de paradas. “A metodologia que adotamos para o planejamento prevê uma definição antecipada do escopo dos serviços de manutenção, o que é fundamental para antecipar os problemas que podem vir a acontecer e superar eventuais dificuldades com contratação de mão de obra ou aquisição de insumos”, explica Vinícius

Outra ferramenta estratégica neste cenário é o levantamento (survey) de campo. A prática consiste em realizar visitas prévias in loco às unidades industriais para verificar em detalhes as condições do ambiente onde a parada será executada, com o objetivo de garantir uma definição mais precisa do escopo dos serviços a serem realizados.

Contratação – Do ponto de vista de mobilização de mão de obra, a coordenadora de Recursos Humanos da Qualidados, Raquel Melo, chama atenção ainda para o diferencial trazido pelo Gupy, um sistema informatizado que permite realizar processos seletivos totalmente on-line. “O investimento na aquisição deste sistema está fazendo toda diferença neste momento de isolamento social, pois conseguimos divulgar as oportunidades nos principais portais de emprego do Brasil e qualificar os candidatos com testes online”, conta Raquel, ao lembrar também que, para agilizar as contratações, a Qualidados fechou parcerias com empresas de recrutamento e com o SINE, o serviço gratuito de intermediação para o trabalho mantido pela administração pública.

2021-04-20T16:27:57+00:0014/04/21|

About the Author: